Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

Budismo, meditação e cultura de paz | Lama Padma Samten

Arriba!

Arriba!

“O céu azulzinho lá em cima”: ensinamento de Lama Padma Samten sobre o espaço

“O céu azulzinho lá em cima”: ensinamento de Lama Padma Samten sobre o espaço

Trechinho de um ensinamento de Lama Padma Samten durante o retiro “Originação dependente e os cinco lungs”, em Araras (junho de 2016)

É o Buda primordial no centro e as emanações do Buda primordial. A iluminação corresponderia ao aspecto da energia ilimitada, o brilho, o aspecto ilimitado que brota do próprio espaço. É a condição natural, é um dos tesouros do espaço básico. Lá em cima tem um azulzinho… esse é o espaço, que a gente vai chamar de secreto, aquele que ninguém vê. A gente está acostumado a ver objetos, a gente não está acostumado a ver o ambiente. O aspecto secreto é o ambiente, pessoal — os objetos vêm e passam.

A gente vai observar esse céu azulzinho lá em cima, que é o ambiente, e a gente vai se dar conta de que os objetos dentro do ambiente vêm e vão, mas o ambiente mesmo é estável. Quando a gente conta, por exemplo, a história do big-bang, como é que tudo começou? Brrumm… uma explosão inicial. Há um espaço onde se dá essa explosão, tinha um espaço antes, entende? Nós estamos contando a história dos objetos, mas a gente não conta a história do espaço que está ali, calmo, e acolhe os objetos todos.

O espaço está lá. Nós vamos purificar a noção de espaço. Nosso espaço ainda é povoado de coisas. Por exemplo, a nossa noção de espaço é assim: eu tenho um espaço dentro de casa. A gente só conhece o espaço dentro das bolhas. Mas o espaço dentro das bolhas é o espaço infinito, só que ele está balizado por alguns condicionantes, mas ele é o espaço infinito. Ou o espaço dentro da casa é alguma coisa que não pertence ao cosmos infinito? Do mesmo modo, o espaço dentro das paredes também é o espaço infinito. O espaço que permeia os objetos também é o espaço infinito.

Vídeo do ensinamento completo