Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

Budismo, meditação e cultura de paz | Lama Padma Samten

Arriba!

Arriba!

“Reduza as suas necessidades financeiras e materiais” – Lama Padma Samten

“Reduza as suas necessidades financeiras e materiais” – Lama Padma Samten

Transcrição de um trecho do ensinamento de Lama Padma Samten durante o retiro “Iogues do Cotidiano”, no CEBB Caminho do Meio, em 29 de maio de 2016.

Reduza as suas necessidades financeiras e materiais. Isso diz respeito à relação consigo mesmo e à relação com as coisas. Nossas coisas e necessidades são também fardos que carregamos. Quanto mais precisamos, mais difícil fica. Então, em algumas pessoas surge essa intuição de simplificar e facilitar movimento. De modo geral, aqueles que são capazes de viver com menos vivem mais leves. É mais fácil da pessoa viver e é mais fácil da pessoa ser ajudada.

Vocês imaginem alguém que ganha muito e está em crise. É super difícil de ajudar, né? Com alguém que ganha pouco e está em crise, você chama para morar contigo, é super fácil. Mas alguém que tem muitas necessidades, tem muitas relações com outras pessoas que dependem dele, e ainda tem muitas necessidades próprias e sensibilidades, como é que tu vai ajudar? Aquilo é super difícil. Então, quanto mais vínculos de dependência a pessoa tem e quanto mais ela demanda, mais frágil a pessoa está — sendo que dentro da cultura contemporânea, mais forte parece que a pessoa é, né? Mas, na verdade a pessoa está bem mais frágil. A pessoa simplesmente não consegue entrar em lugares se ela tiver que carregar aquilo tudo junto. Ela não tem como entrar. Então, muito difícil seguir o caminho desse modo. A simplicidade é uma grande vantagem.

Eu não quero aqui criticar. Não acho que a gente deva cultivar o oposto, porque isso também começaria a introduzir obstáculos. A gente não precisa cultivar o oposto. Às vezes eu tenho a sensação de que São Francisco de Assis cultivou o oposto. Se foi o caso, ele dificultou um pouco as coisas.

Reduza suas necessidades financeiras e materiais, e ande. Sempre na perspectiva de seguir o caminho, de facilitar o caminho.

Agora, por exemplo, se nos apegamos à noção da simplicidade financeira e material, podemos igualmente bloquear o caminho. Porque de repente as avenidas se abrem em ambientes favoráveis, em condições mais afluentes, e dizemos: “Não, ali nós não entramos, porque ali não tem como entrar”. Mas não, podemos entrar porque são bolhas, podemos andar por dentro das bolhas. Então, a vacuidade é um ponto importante. Mas nessa vacuidade compreendemos a necessidade de também entrar nas coisas sem se fixar. Andamos por dentro, mas não ficamos fixados.

Vídeo do ensinamento

Esse trecho está em 1h08m24s: