Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

Budismo, meditação e cultura de paz | Lama Padma Samten

Arriba!

Arriba!

História do CEBB Darmata

História do CEBB Darmata

O CEBB Darmata surge da aspiração do Lama Padma Samten de estabelecer um centro de Darma voltado especialmente para a prática de retiros longos. Primeiro CEBB rural fundado fora do Rio Grande do Sul, onde está localizado o CEBB Caminho do Meio, o Darmata também desponta como oportunidade para praticantes do Norte e Nordeste do Brasil praticarem o Darma e terem a chance de participar da estruturação de um espaço de trabalho e moradia a partir da prática dos ensinamentos budistas.

O Darmata está localizado na Zona da Mata Norte do estado de Pernambuco, região historicamente marcada pelo cultivo da cana-de-açúcar e, por isso, com fortes traços de degradação ambiental. Pastos destinados à criação de gado e extensas plantações de cana, circundam a área do CEBB: 15 hectares de mata atlântica que tem sido protegida na mesma medida em que protege os praticantes para a prática do silêncio e do estudo.

Nossa história

Fundado em 2009, em um retiro de duas semanas sobre Prajnaparamita conduzido pelo Lama, o CEBB Darmata tem realizado desde então dezenas de retiros e cursos. Aqui, segue o relato que o Lama mesmo fez do final do primeiro retiro no Darmata.

Desde seu início, as atividades do Darmata tiveram o generoso apoio de Roberto Fisher, sua esposa Betinha e família. No antigo casarão herdado por Roberto e cedido para uso do CEBB até o ano de 2012, funcionaram sala de meditação, dormitório, cozinha, refeitório e ainda moradia para praticantes que sustentaram as ações do Darmata ao longo desses cinco anos: Rafael Felipe, Carol Senna, Pedro Amador, Zita Freitas, Maria Liberal Peixoto, Guilherme Erhart, Rodrigo Possani, Regina Dresler e Henrique Lemes foram alguns dos alunos do Lama que, em diferentes momentos, viveram no casarão e apoiaram as atividades do Darmata e as primeiras construções na área. Proprietários de áreas vizinhas, como José Pacheco, Anne Inojosa e Eduardo, tornaram-se bons amigos e apoiaram o movimento do CEBB no sentido de se estabelecer na região. Ainda em 2009, teve início a construção de uma pequena casa localizada no meio da mata, sem eletricidade ou água encanada, que veio a funcionar como espaço para a realização do primeiro retiro de três anos conduzido pelo Lama.

Em 2010, o CEBB adquiriu de Roberto uma área de 15 hectares e no mesmo ano, teve início a construção do Templo com capacidade para 120 pessoas. Concluído em março de 2010, esse templo foi o local onde S.S. Sakya Trizin concedeu iniciação de Guru Rinpoche, quando em sua primeira visita ao Brasil, em julho de 2011. Nesse mesmo ano, Regina Dresler iniciou a construção da primeira casa do condomínio de moradores do CEBB, com espaço de alojamento para outros moradores e visitantes.

Darmata Hoje

Em outubro de 2012, tem início na área do CEBB uma vitoriosa reforma no Templo que resultou na concentração de Templo, cozinha e alojamento em um mesmo espaço. Participaram ativamente dessa fase de mudança Maria Liberal, Guilherme Erhardt, Edgar e Maria Eugênia, Ricardo Pellegrini, Lia Beltrão e Henrique Lemes. Henrique é atualmente o coordenador do CEBB Darmata e tem oferecido retiros, estágios conduzidos e cursos, dentro e fora do Darmata. Como consequência desta reforma, a área de acampamento passou a ser estratégica para acolher os praticantes e está nos planos a curto e médio prazo do Darmata a construção de uma área de apoio para o camping.

Ação no Mundo – Desde seu estabelecimento na região, o Darmata tem (através da ONG Ação Darmata, fundada por alunos do Lama Samten) promovido ações de diálogo com a comunidade local no sentido de pensar e promover o desenvolvimento sustentável da região a partir de uma perspectiva de felicidade e lucidez. Ação coletivas, como o plantio de mais de 600 mudas junto com a comunidade local, marcaram o início desse diálogo. Também, por ser um espaço de moradia, tem levantado questões ligadas à vida na zona rural e refletido sobre como construir, produzir e consumir alimentos e utilizar a água de forma lúcida e com menos impacto negativo para outros seres. O fortalecimento da agricultura familiar e a produção de alimentos a partir de uma perspectiva agroecológica tem sido principal tema de diálogo da equipe do Darmata com agricultores e agricultoras da região, poder público e organizações e profissionais amigos que trabalham na área.

Moradia - Está em construção no Darmata a primeira de uma série de pequenas casas que estão sendo oferecidas pelo CEBB para venda. A primeira casa, da coordenadora do CEBB Recife Flori Cavalcanti, possui uma área de 54m2: um quarto e sala com duas varandas, cercada por muito verde. Novas construções nesse modelo devem ter início ainda no segundo semestre de 2013.

Retiros – Em julho de 2013, teve início um novo retiro de três anos conduzido pelo Lama. É aspiração do Lama e esforço de seus alunos que um espaço para retiros mais curtos – de 15 dias a 3 meses de duração – e também casa de retiros longos feminina possa surgir e se estabelecer no Darmata. A presença constante do Lama no Darmata permite que seus alunos possam estruturar sua prática de ação no mundo dentro de um caminho de lucidez e compaixão.